Tempo à disposição do empregador – Jornada de trabalho efetiva

Jornada de trabalho

Tempo à disposição do empregador – Jornada de trabalho efetiva

Não será considerado como jornada de trabalho, e assim, deve ser realizado ANTES ou DEPOIS da anotação da jornada nos Cartões de Ponto, ainda que venha a ultrapassar 05 (cinco) minutos:

a) Quando o empregado entrar ou sair mais cedo em busca de proteção, ou seja, segurança enquanto teria que ficar fora da empresa aguardando por algo, ou quando chegar mais cedo do horário contratado por questões pessoais, ou por condições climáticas, por exemplo, quando estiver chovendo.

b) Quando permanecer na empresa realizando atividades consideradas particulares, em especial:

– descanso (mesmo dentro do vestiário)
– lazer
– estudo
– alimentação
– atividades de relacionamento social (inclusive utilizar celular)
– higiene pessoal (permanecer no banheiro por tempo superior ao normal)
TROCA DE ROUPA OU UNIFORME, desde que não haja obrigatoriedade de realizar a troca do uniforme dentro na empresa.

Fortaleça seu negócio: Consulte nossos especialistas em direito do trabalho empresarial

Assessoria Jurídica Especializada em Direito do Trabalho

Se você é um empregador buscando orientação jurídica precisa em questões trabalhistas, como gestão de contratos, obrigações legais e resolução de disputas, descubra como nossa expertise pode apoiar seu negócio. Conheça nossas soluções jurídicas em Direito do Trabalho.
Fortaleça seu negócio: consulte nossos especialistas em direito do trabalho empresarial