Os “nudes” vazaram? Veja o que fazer

Os “nudes” vazaram? Veja o que fazer


Autor:
Dr. Thomás de Figueiredo Ferreira


Por algumas vezes, nos deparamos com casos onde inapropriadamente fotos íntimas acabaram caindo em mãos erradas e passaram a circular em grupos de mensagens, foram publicadas em sites ou redes sociais. Assim, segue nossa orientação do que fazer se isso acontecer com você.

1 – Como sempre falamos, reúna a maior quantidade de provas possíveis. Vale imprimir a postagem ou troca de mensagens com as imagens, fazer print da tela, salvar o link, e tudo mais que for possível para comprovação do ocorrido.

2 – Procure se na sua cidade já existe uma delegacia especializada em Crimes Digitais, ela certamente estará mais preparada para conduzir essa ocorrência. Caso não exista, procure a Delegacia de Polícia mais próxima, apresente as provas obtidas e registre um boletim de ocorrência.

3 – Entrar em contato com os sites, redes sociais ou provedores onde esse conteúdo indevido foi publicado, solicitando a retirada imediata do mesmo. Em muito deles, existe inclusive links e orientações para realização dessa solicitação ou a própria denúncia do material impróprio.

Vale ressaltar, que diferentemente do que algumas pessoas acreditam, não existe anonimato na internet, e é possível a identificação de todos os envolvidos, através do rastreamento do endereço de IP (IP significa “Internet Protocol” e é um número que identifica seu computador no acesso à rede).

A divulgação de material de conteúdo íntimo sem autorização atinge diretamente a honra e pode ser qualificado como crime de difamação ou injúria, sem mencionar as consequências sociais e psicológicas, passíveis de indenização na esfera cível.