Compra de móveis planejados

Compra de móveis planejados


Autor:
Dr. Rodrigo Ferreira da Costa Silva


Está construindo ou vai reformar sua casa ou escritório? Pensando em instalar móveis adaptados ao ambiente? Sempre é bom saber algumas dicas importantes antes de fechar contrato para compra de móveis planejados.
Existem no mercado inúmeras lojas desse ramo umas mais caras, outras com preços mais módicos, outras com móveis que nos enchem os olhos de tão espetaculares!
Em primeiro lugar, o ideal é buscar pelo menos quatro orçamentos em empresas especializadas. Para executar esses orçamentos, peça a presença de um representante da empresa no local físico onde serão projetados e instalados os móveis, assim as medidas serão corretamente calculadas e constatadas eventuais imperfeições para adaptar detalhes como, por exemplo, uma parede com uma coluna no canto, onde se faz necessário um recorte no momento da instalação. Não contrate e nem faça orçamentos através de planta baixa ou com croquis, pois caso a medida dos móveis se formatem de acordo com plantas entregues por construtoras, quando receber o imóvel para instalação do ambiente planejado pode haver diferença nessas metragens e comprometer a instalação dos móveis.
Feita a coleta de orçamentos e escolhido o melhor esboço, o ideal é que a empresa definida lhe apresente o projeto executivo dos móveis contratados, que nada mais é do que a ilustração de todas as funcionalidades dos móveis, abertura de portas, gavetas, calceiros, sapateiros, porta-talheres, prateleiras dentro dos nichos entre outras adaptações. Verificado e constatado que está de acordo com o pretendido, é preciso aprovar o referido projeto, pois através dele a empresa iniciará a fabricação do mobiliário.
São importantes a existência e aprovação do projeto executivo, pois através dele se demonstra e prova o que efetivamente foi contratado: como cores, medidas, funcionalidades e ilustração dos móveis. Não arrisque fechar negócio se a empresa não apresentá-lo, se a contratação não estiver acompanhada do mesmo, a instalação em desacordo com o contratado não poderá ser questionada, pois não precedeu da aprovação do executivo, ou seja, não é possível provar que o contratado está divergente do instalado.
Geralmente as empresas pedem um prazo de no mínimo sessenta dias ou mais dependendo da quantidade, para entrega e instalação dos móveis. No dia da entrega e instalação é muito importante que os contratantes ou apenas um deles esteja no local para acompanhar, a falta de conferência e controle do que está sendo instalado pode ser um incômodo para o resto da vida, pois não se troca móveis planejados com frequência, e se houver alguma divergência no momento que forem instalados, essa é a hora de questionar e solicitar a correção. É importante alertar ao tempo, porque depois de instalados os móveis raramente as empresas alteram o que foi corrigido, por isso são poucos os clientes satisfeitos com esse tipo de serviço, pois geralmente não acompanharam de perto, e ao verificarem depois é comum surgirem reclamações que nunca são atendidas, e acabam sendo executadas por outras empresas ou marceneiros. Por fim, após a instalação e conferência geral, estando tudo de acordo com o que foi contratado, basta verificar se todas as portas, fechaduras e dobradiças funcionam, se gavetas abrem e fecham corretamente, puxadores estão bem fixos, não existem trincas, rachaduras e arranhões, caso exista, é o momento de solicitar o reparo. Se não houver nenhum defeito, aproveite para organizar as coisas e boa arrumação.